Archive

Posts Tagged ‘modelos’

Cinco novos recursos fantásticos para análise transiente de fluidos no AFT Impulse 8

16 de julho de 2020 Leave a comment

No momento da redação deste artigo, o AFT Impulse 8 está prestes a ser lançado. Estamos orgulhosos dos novos recursos que oferecerão a você uma experiência ainda melhor com análises transientes.

O AFT Impulse 8 apresenta novos recursos nunca vistos antes! Confira agora algumas dessas novidades:

  • Gráficos de múltiplos cenários
  • Comparação de cenários
  • Definir conjuntos de forças transientes no Workspace
  • Novo modelo de atrito transiente
  • Desfazer e refazer vários níveis

Cada um dos recursos abaixo será mostrado com o mesmo modelo de exemplo: fechamento da válvula com um acumulador de gás em linha.


Figura 1: Exemplo de modelo para apresentar os novos recursos do Impulse 8

1) Gráficos de múltiplos cenários

Este é um novo recurso favorito de muitos engenheiros da AFT e usuários de teste em todo o mundo. E por uma boa razão. Agora você pode mostrar os resultados de vários cenários em um único gráfico! E você pode representar graficamente qualquer parâmetro em vários cenários. (Compare isso com o novo Fathom 11, que permite funcionalidade semelhante apenas para as curvas bomba vs. sistema).

Imagine testar dois casos de fechamento da válvula: um com o acumulador inativo e um com o acumulador ativo. Estamos vendo como o acumulador afeta a pressão na ramificação a montante do acumulador. Esperamos que o acumulador atenue e reduza esse aumento de pressão.

Bem, agora é muito mais fácil comparar essas respostas lado a lado. E adivinhe, nossas expectativas se concretizaram e é possível observar isso pelo gráfico abaixo!

Figura 2: Gráfico de vários cenários de um fechamento de válvula com e sem um acumulador ativo

2) Comparação de cenários

A próxima ferramenta é tão útil quanto amada pelos usuários. Com a nova versão, agora você pode comparar diretamente as diferenças (e semelhanças) entre os cenários em uma única janela.

No exemplo acima, fizemos algumas alterações entre os cenários, certo? Um cenário tinha o acumulador ativo e o outro inativo. E se quiséssemos verificar novamente se essa era a única diferença? Agora é super fácil com a ferramenta de comparação de cenários.

Abaixo, você pode ver a ferramenta em ação. Para nossos propósitos, queremos apenas que as diferenças sejam sinalizadas. Com o clique de um botão, percebe-se que há apenas uma diferença entre os cenários: se o acumulador está ativo ou não. Perfeito. Era exatamente isso que estávamos esperando.

Figura 3: Usando a ferramenta de comparação de cenários para verificar as diferenças entre os cenários

3) Conjuntos de forças transientes podem ser definidos diretamente no Workspace

Se você lida com as forças da tubulação, pode ser incômodo entrar em uma janela separada (dentro do Transient Control) para definir os conjuntos de forças transientes. Com um modelo grande, pode ser um desafio combinar os números de tubulações/seções com o que é apresentado visualmente no Workspace. E se o seu Workspace não tiver uma sequência lógica (visualmente) de números para tubos e junções? Às vezes, sua numeração tem uma mente própria. Nós entendemos isso. Mas torna muito difícil rastrear quais tubos você deseja incluir em um conjunto de forças.

Não tema mais! Você pode adicionar diretamente conjuntos de forças a partir do Workspace. Simplesmente destaque a tubulação que deseja criar conjuntos de forças, clique com o botão direito do mouse e escolha criar conjuntos de forças.

Figura 4: Criando conjuntos de forças no Workspace

Uma ressalva é que os conjuntos de forças só podem ser criados dessa maneira para tubulações individuais. Não criará uma força definida em vários tubos. Para fazer isso, você precisará fazer alguns ajustes dentro da guia Force Output no Transient Control.

Figura 5: Conjuntos de forças definidos

4) Novo modelo de atrito transiente: o modelo “Brunone”

Mudar o fluxo é uma parte inerente da análise transiente. Essa mudança de fluxo também afeta os efeitos de atrito da tubulação. A queda de pressão originada pelo atrito com a tubulação, ou um componente, é uma função da velocidade. Quando a velocidade muda, o atrito do tubo também muda. O modelo de atrito “simples” nas versões anteriores do AFT Impulse pegaria esse novo valor de velocidade e calcularia diretamente um novo fator de atrito.

No entanto, com mudanças repentinas na velocidade, há mais a considerar, especialmente quando a mudança se torna mais dramática. Esse novo modelo da Brunone inclui um termo de tensão de cisalhamento instável extra, que varia de acordo com a velocidade na etapa atual. Este modelo deriva de um artigo técnico de Adamkowski e Lewandowski (2006).

Lembre-se de que esse cálculo é mais teórico que o modelo simples e deve ser usado com cautela. Observe também que o aumento da intensidade do cálculo fará com que seu modelo leve um tempo maior para rodar.

Figura 6: Aplicação do novo modelo de atrito transiente “Brunone”

5) Desfazer e refazer vários níveis

Todo mundo comete erros. E todo mundo comete mais de um. Costumávamos forçar a perfeição dos usuários, permitindo apenas uma única ação de desfazer e refazer. Mas agora, você não precisa se preocupar com isso! Implementamos o tão aguardado desfazer e refazer em vários níveis.

Isso não se aplica a todas as alterações feitas no Impulse. Para alterações “importantes”, como alterar os dados dentro de uma junção ou canal, não há desfazer. Mas para a construção visual do Workspace, você pode desfazer e refazer tudo o que quiser. Provavelmente o mais útil é ao excluir uma junção (talvez acidentalmente) e decidir que ela deve voltar.

Regra geral: se você alterar algo sem abrir outra janela e confirmar os dados com “OK”, provavelmente poderá desfazê-lo. Quem não ama o velho movimento de Ctrl+Z?

Figura 7 (a): Workspace após as edições (b): Desfazendo para retornar ao modelo original

Isso resume nossos 5 principais recursos para o novíssimo AFT Impulse 8! Para verificar uma lista completa de recursos, você pode encontrar o folheto de dados do Impulse 8 aqui. Bom trabalho com sua modelagem transiente e, como sempre, entre em contato com a N.A Tecnologia sempre que tiver dúvidas.

Fonte: AFT – Applied Flow Technology

Por Equipe N.A Tecnologia

MARCAS: Todos os produtos aqui mencionados são usados somente para fins de identificação, são marcas comerciais e/ou marcas de serviço dos seus respectivos proprietários.

Lançamento: BEXEL Manager 20

8 de julho de 2020 Leave a comment

Bexel Manager, software de gerenciamento BIM da Bexel Consulting, é projetado para atender às necessidades principais de gerenciamento de construção, alterando a perspectiva do gerenciamento integrado de projetos, permitido a optimização completa e personalização de trabalhos digitais.

A nova versão de BEXEL Manager já está disponível para seus usuários. Confira abaixo os novos recursos dessa ferramenta:

BEXEL CDE (Common Data Environment):

  • Plataforma baseada em nuvem para colaboração e gerenciamento de mudanças de modelos de projeto e documentação.

EXPORTAÇÃO IFC:

  • Exporte qualquer subconjunto ou todos os seus elementos BIM diretamente para os formatos de arquivo IFC2x3 ou IFC4.

CONSOLE API DE PROGRAMAÇÃO:

  • Escreva scripts em C# diretamente no BEXEL Manager. Adicione novos recursos ou personalize as funcionalidades já existentes.

INTERFACE LOCALIZADA:

  • Com a quantificação baseada em modelo (Model-Based), agora toda a estrutura de classificação de custos e seleção está apenas a um clique de você.

QTO – SELEÇÃO DE CUSTOS:

  • Permite a geração automática de QTO (Quantity Takeoff) baseadas em modelo, enriquecidas com visualizações de cada item de trabalho, o que melhora o entendimento entre as partes interessadas e elimina interpretações errôneas e trabalhos adicionais.

ASSISTENTE DE CRIAÇÃO DE TAREFAS:

  • Novos métodos para melhorar o progresso diretamente do canteiro de obras foram introduzidos.

OUTROS RECURSOS

  • Tipo de atividade baseada no tempo
  • Certificado mensal
  • Atribuições de custo fixo
  • Melhorias na importação IFC
  • Melhorias no BCF Manager do BIMCollab
  • E muito mais…

Principais recursos já existentes no sistema Bexel Manager:

3D BIM

  • Quantity Takeoff (QTO)
  • Detecção de colisões
  • Gerenciamento de interferências
  • Gerenciamento BIM de Meta-Data
  • Preparação de pacotes de administração

4D BIM

  • Programação e planejamento
  • Simulação de construção
  • Otimização da programação
  • Planejado vs. Atual
  • Acompanhamento do progresso

5D BIM

  • Estimativa de custos e orçamento
  • Planejamento de projeto 5D
  • Relação de quantidades
  • Rastreamento de progresso 5D
  • Análise de fluxo de caixa

6D BIM

  • Gestão de ativos
  • Integração e gestão inteligente de documentos
  • Planejamento de manutenção de instalações

BIM – INTEGRAÇÃO E COLABORAÇÃO:

  • Colabore com todos que usam o padrão OpenBIM
  • Mesclar centenas de arquivos IFC em questão de segundos
  • Cooperar com outras partes interessadas através do formato BCF

BEXEL MANAGER COMO MOTOR DE RELATÓRIO BIM

  • Troque dados de manutenção de instalações personalizadas
  • Exporte os resultados para várias soluções de software
  • Ativar análises adicionais

Fonte: BEXEL Manager    

Por Equipe N.A Tecnologia

MARCAS: Todos os produtos aqui mencionados são usados somente para fins de identificação, são marcas comerciais e/ou marcas de serviço dos seus respectivos proprietários.

Webinar CAESAR II: Editor de caso de carga estática

2 de março de 2020 Leave a comment

Data: 10/03/2020
Horário: 12:00rs (horário de Brasília)
Duração: 1 hora
Custo: gratuito

Registre-se aqui para o webinar

Participe do webinar no próximo dia 10 de março e adquira noções básicas do editor de casos de cargas estáticas do CAESAR II. Saiba como importar e exportar casos de carga usando o Excel, conheça a teoria por trás da construção do caso de carga, casos de carga necessários para diferentes condições e normas de tubulação e esclareça dúvidas com especialistas ao vivo. Nesse webinar, também será abordado casos especiais de carga para projeto de suportes, fluência, fadiga, condições ocasionais, casos alternados sustentados e opções de modelos de caso de carga.

Apresentador:
Richard Ay (Vice-presidente de soluções de análise da PE – Hexagon PPM)

Fonte: Blog – Hexagon PPM

Por Equipe N.A Tecnologia

MARCAS: Todos os produtos aqui mencionados são usados somente para fins de identificação, são marcas comerciais e/ou marcas de serviço dos seus respectivos proprietários.

Webinar: Como importar e exportar seus modelos rapidamente

31 de janeiro de 2020 Leave a comment

Data: 05/02/2020
Horário: 14:00hs (horário de Brasília)
Duração: 1 hora
Custo: gratuito
Registre-se aqui para o Webinar

Os softwares AFT possuem recursos incrivelmente poderosos de economia de tempo relacionados à importação e exportação. Neste webinar, você aprenderá como importar vários tipos de formatos de arquivos neutros, incluindo arquivos de componentes de tubulações (*.PCF), arquivos neutros do CAESAR II (*.CII), arquivos EPANet (*.INP) e arquivos de formato GIS (*.SHP). A importação de um modelo de rede de tubulação de qualquer um desses tipos de arquivos neutros criará todo o modelo de sistema de tubulação para você e definirá entradas básicas, como diâmetros, comprimentos e dados de elevação.

Você também aprenderá como importar alterações para vários cenários em um modelo do Excel, bem como exportar os resultados do software AFT para o Excel para processamento adicional.

Fonte: AFT – Applied Flow Technology

Por Equipe N.A Tecnologia

MARCAS: Todos os produtos aqui mencionados são usados somente para fins de identificação, são marcas comerciais e/ou marcas de serviço dos seus respectivos proprietários.

Webinar: Extraindo Isométricos de Tensões do CAESAR II® Utilizando ISOGEN: Uma Introdução

19 de dezembro de 2019 Leave a comment

Data: 23/01/2020
Horário: 14:00hs (horário de Brasília)
Duração: 1 hora
Custo: gratuito

Registre-se aqui para o Webinar

Um número crescente de clientes solicitam que um dos entregáveis de um serviço contratado de análise de flexibilidade em sistemas de tubulações seja produzido em formato gráfico 3D.

Você sabia que o CAESAR II® pode gerar este entregável na forma de isométricos de tensão, utilizando o ISOGEN? E que o ISOGEN é a ferramenta mais utilizada e versátil do mundo para geração de isométricos, já está licenciada dentro da sua cópia do CAESAR II®?

Se você já conhecia este recurso e nunca teve tempo de aprender a usá-lo por falta de tempo e/ou pela demasiada quantidade de parâmetros de configuração (mais de 400), preparamos um webinar interativo com um de nossos engenheiros especialistas especialmente para você.

O Webinar abordará uma visão introdutória do recurso de geração de isométricos de tensão (3D) a partir de modelos criados, avaliados e calculados no CAESAR II®, dicas e truques para customização destes isométricos, utilizando o ISOGEN e sua interface gráfica, o I-Configure, dirigidas especificamente a engenheiros de análise de flexibilidade em sistemas de tubulação.

Também será discutido a criação de formatos-default para estes ISOs, incluindo anotações personalizadas de entrada e saída, símbolos de elementos customizados, logo da empresa, estilos de texto, bordas e linhas etc.

Apresentador:
Fabio Azzalini: Engenheiro Mecânico, é certificado como instrutor do CAESAR II® e, nos últimos 28 anos, vêm realizando capacitações enfocadas na aplicação de ferramentas para análise de flexibilidade – estática e dinâmica – em sistemas de tubulações. Ele forneceu treinamento para mais de 100 empresas brasileiras – EPCs, owners e fabricantes, formando mais de 1.000 engenheiros no país. E também é fundador e proprietário da NA Tecnologia, única representante da Hexagon PPM no Brasil para soluções tecnológicas de vanguarda para análise (tubulações, equipamentos e estruturas) e desenho de plantas baseado em plataforma CAD. Sua ampla experiência em pipe stress analysis foi obtida em diferentes indústrias, tais como: Petróleo e Gás; Química; Farmacêutica; Processamento de Alimentos e Bebidas; Geração de Energia; Papel e Celulose; Mineração; e Tratamento de Águas e Esgotos Industriais.

Fonte: Hexagon PPM

Por Equipe N.A Tecnologia

MARCAS: Todos os produtos aqui mencionados são usados somente para fins de identificação, são marcas comerciais e/ou marcas de serviço dos seus respectivos proprietários.

%d blogueiros gostam disto: